Emagrecimento pelo método Pronokal: o que é e como funciona

O método Pronokal é um programa de perda de peso que tem como base uma dieta proteinada. Com controle médico fundamental, ele é personalizado de acordo com o organismo e hábitos do paciente, proporcionando uma perda de peso qualitativa, com sua manutenção a longo prazo.

Dividido em três etapas, desde o início o paciente já observa uma mudança significativa de seu peso, visto que consegue perder o excesso com muito mais rapidez do que numa dieta hipocalórica tradicional (dados do estudo ProKal). Para que o paciente não o recupere, o restante das etapas visa a uma mudança de hábitos alimentares e a uma adaptação do organismo a sua nova realidade.

O que é o método Pronokal de emagrecimento?

Antes de iniciar qualquer dieta, é preciso fazer uma avaliação médica para que sejam identificadas as necessidades do organismo e a sua capacidade em manter um programa restritivo de alimentação.

O Pronokal é um método espanhol de perda de peso, que promove uma perda rápida devido à restrição importante do consumo de carboidratos e açúcares. Dessa forma, o corpo inicia o processo de cetose, que “queima” a gordura estocada no corpo.

Engana-se quem acredita que o corpo fica debilitado sem esse tipo de consumo energético e dieta baseada em proteínas. As dietas hiperproteicas podem sobrecarregar o organismo, causando grandes prejuízos aos rins e ao fígado com o consumo desregrado de gorduras. Entretanto, com o método Pronokal, há um equilíbrio do consumo proteico, sem sobrecarga nos órgãos, ou seja, não é uma dieta com excesso de proteínas.

Como o programa é personalizado, há uma avaliação rigorosa do paciente para que não haja perdas de nutrientes nem sobrecarga dos órgãos, tornando a dieta saudável e eficiente na perda de peso com saúde. Tanto que as fases de manutenção são ainda mais importantes do que a perda de peso em si, já que para mantê-lo é preciso ter saúde e não se deixar abater pelas tentações e vícios alimentares.

Para a plenitude do tratamento, é preciso um acompanhamento multidisciplinar com endocrinologista, nutricionista, profissional em atividade física e especialista em coaching (reforço emocional), para que todo o processo seja realizado atendendo todas as áreas do paciente.

Quais são e como funcionam as etapas do método Pronokal?

As três etapas do método Pronokal devem ser seguidas com a mesma determinação e acompanhamento médico. Cada uma delas é essencial não só para a perda de peso, como também para sua manutenção e da saúde do organismo.

Segue abaixo como funciona cada uma delas:

1 – Etapa ativa

Nessa fase inicial do método, o paciente já fez todos os exames, avaliações médicas e tem um programa personalizado para seguir. Ele começa a ingerir uma dieta proteinada, que combina produtos proteicos de altíssimo valor biológico, suplementação de vitaminas e alguns alimentos rigorosamente definidos.

O paciente começa com quatro a seis refeições diárias, alimentando-se somente dos produtos da Pronokal e vegetais. A maioria dos produtos vêm em pó dentro de envelopes, a partir dos quais é possível preparar sopas, omeletes, crepes, salgados, sucos, cafés, chás, sobremesas, etc., além dos produtos prontos para consumo, tais como torradas, chips, biscoitos e iogurtes. Assim, o paciente pode dispor de diferentes texturas, consistências e sabores, que se ajustam às suas preferências pessoais e aos seus hábitos diários. 

É imprescindível o consumo mínimo de dois litros de água por dia para manter a hidratação. É consumida uma média de 10 gramas diários de gordura e, no máximo, 50 gramas de carboidratos. Frutas, doces, laticínios, massas, refrigerantes e bebidas alcoólicas, entre outros, são vetados ao consumo. Seguindo todas as regras, o paciente pode perder até 80% do peso estipulado para perda.

2 –  Etapa de Adaptação Fisiológica

Com a perda de peso grande, o paciente tende a ficar estimulado a manter o método, que agora tem introdução de novos alimentos na dieta. É importante que haja o consumo de alimentos variados, já que a dieta cetogênica não deve ser realizada indefinidamente.

Os hormônios corporais voltam a se estabilizar e o consumo de carboidratos em cereais, laticínios e frutas fica liberado, desde que com equilíbrio. Os alimentos são reincorporados à dieta de forma progressiva, com valorização de proteínas.

Nesta etapa, programa-se a perda do restante do peso, ou seja, 20% do peso excedente.

3 – Etapa de Manutenção

Depois da perda total do peso desejado, é hora de mantê-lo. Há um acompanhamento por até dois anos para que o paciente não saia do foco e mantenha seus índices. O paciente pode comer de tudo, porém consciente das quantidades, frequências e combinações entre grupos alimentares.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como endocrinologista e metabologista em São Paulo!

Posted by Dra. Mariana Reis Murin